Gêneros e Categorias de Conteúdo

Os diferentes gêneros literários nos ajudam a classificar e entender histórias com base nas semelhanças de seus temas e estéticas de desenvolvimento. Embora nem todas história se encaixe perfeitamente em uma categoria de gênero, aqui está uma explicação básica do que é cada categoria para que você possa classificar sua história de forma mais eficiente.

 

Romance

Tendo o amor como força motivadora, o romance é uma forma de ficção que explora o crescente relacionamento entre dois indivíduos e, muitas vezes, a luta para reconciliar suas diferenças ou seu passado. Os protagonistas geralmente passam por desenvolvimento pessoal, igualmente desafiados e mudados por seus amados.

Exemplo: Orgulho e Preconceito da Jane Austen

 

Fantasia

A fantasia é uma forma de ficção que ocorre dentro de um mundo alternativo - um reino imaginário em que forças mágicas e sobrenaturais convivem. Histórias de fantasia exploram verdades arquetípicas e experiências de um protagonista comum, quando ele ou ela embarca em uma missão extraordinária. Tradições lendárias, mitológicas e folclóricas caracterizam o gênero, portanto, as histórias de fantasia costumam estar cheias de dragões, trolls, bruxos e cavaleiros. Normalmente, a fantasia lida com temas universais, como a luta do bem contra o mal ou a luta de um indivíduo contra a sociedade.

Exemplo: O Senhor dos Anéis de J.R.R Tolkien

 

Paranormal

Paranormal é uma forma de ficção que ocorre em um ambiente moderno, mas que contém criaturas ou acontecimentos que estão além da compreensão científica ou da experiência humana "normal". Histórias paranormais costumam explorar um protagonista humano dentro de um mundo paranormal, bem como seu encontro com seres paranormais ou indivíduos com habilidades paranormais, como fantasmas, anjos, vampiros, lobisomens, clarividentes ou telecinéticos.

Exemplo: Crepúsculo da Stephenie Meyer e Beautiful Creatures da Kami Garcia e Margaret Stohl.

 

Terror

O terror é uma forma de ficção que pretende assustar ou perturbar a experiência de um protagonista com uma força misteriosa ou ameaçadora. O terror evoca uma resposta emocional, psicológica ou física (isto é, medo) dentro do leitor e interfere no nível de conforto de quem está lendo. As histórias de terror geralmente envolvem o confronto de um protagonista com os aspectos desconhecidos e malévolos da humanidade, bem como a constatação perturbadora de que o conhecimento humano é limitado.

Exemplo: O Iluminado do Stephen King

 

Ficção Histórica

A Ficção Histórica geralmente narra um evento famoso do passado ou um período de tempo memorável e reconhecível onde vivem personagens fictícios, mas também pode descrever uma figura histórica que realmente existiu e que precisa lidar com uma variedade de situações imaginárias. A Ficção Histórica tenta capturar com precisão a essência da história e englobar o mais verdadeiramente possível a maneira como o mundo era na época que está sendo retratada. Este tipo de ficção se esforça para ser plausível e autêntica, para que assim o leitor aprenda através dela fatos reais, que geralmente são apresentados nas formas de questões políticas ou sociais da época.

Exemplos: A Irmã de Ana Bolena da Philippa Gregory e As Crônicas Saxônicas de Bernard Cornwell

 

Fanfic

Este é um tipo de ficção que mistura pessoas/ídolos, lugares e narrativas existentes para contar novas histórias originais. As narrativas existentes podem ser coisas como livros populares, programas de TV, filmes, jogos, quadrinhos, peças de teatro, entre outros. As fanfics podem expandir o mundo das histórias (como enviar Katniss para a 76º edição dos Jogos Vorazes) ou levar personagens conhecidos em direções completamente novas (como uma luta entre a Katniss e o Pikachu).

Exemplo: Definitive Therapy de F. Paul Wilson

 

Conto

Contos são obras compostas por uma narrativa breve, que geralmente se concentram em um número limitado de personagens e em um único incidente decisivo na trama. Significativamente mais curtos e compactos do que os romances, os contos deixam o leitor com um instante ou uma fatia da vida que foi retratada.

Exemplo: Um Cântico de Natal do Charles Dickens

 

Espiritual

A ficção espiritual geralmente envolve um protagonista que embarca em uma jornada de auto-reflexão e auto-reconhecimento, que inclui experiências espirituais, embora não necessariamente religiosas. Este tipo de ficção nutre a alma, cativa as emoções e tenta explicar questões existenciais, como por que estamos aqui, qual é o significado da vida e o que acontece quando morremos.

Exemplo: O Alquimista de Paulo Coelho

 

Clássicos

Clássicos são histórias escritas há mais de 100 anos que continuam sendo consideradas obras de alto mérito literário e qualidades artísticas. Os clássicos são universalmente atraentes para os leitores e seus temas perduram e ressoam na sociedade contemporânea. Os clássicos também são tradicionalmente aceitos como influentes na formação da cultura.

Exemplos: Jane Eyre de Charlotte Brontë e O Conde de Monte Cristo de Alexandre Dumas 

 

Ficção científica

A ficção científica normalmente gira em torno de um mundo futurista ou da era espacial, onde inovações científicas e tecnológicas imaginativas são possíveis dentro das leis da natureza estabelecidas da história. A ficção científica lida com as conseqüências e o impacto da ciência (real ou imaginada) nos níveis individual e social, e geralmente inclui dispositivos avançados, como máquinas do tempo ou outras formas de vida, como alienígenas.

Exemplos: A Guerra dos Mundos de H.G. Wells e Eu, Robô de Isaac Asimov

 

Humor

As histórias de humor procuram entreter e divertir, ao mesmo tempo em que uma narrativa consistente se constrói. Às vezes essas obras assumem a forma de sátira, em que uma história que pode parecer séria na superfície está realizando uma crítica explícita de algum elemento cultural ou social.

Exemplo: As Viagens de Gulliver de Jonathan Swift

 

Mistério/Suspense

Histórias de mistério apresentam um protagonista que investiga um crime, problema, quebra-cabeça ou algum tipo de desconhecido. O protagonista, seja um detetive de verdade ou um amador, geralmente luta para alcançar seus objetivos e enfrenta vários obstáculos psicológicos e físicos, mas gradualmente deduz a solução através de fatos, lógica e trabalho atrasado. Essas histórias incentivam o leitor a se engajar ativamente na solução do mistério e exigem que ele preste muita atenção às pistas, suspeitos e evidências apresentadas.

Exemplo: As Aventuras de Sherlock Holmes de Sir Arthur Conan Doyle

As histórias de suspense também se concentram na descoberta de mistérios, mas se desenrolam em um ritmo mais rápido e são movidas por ação, tensão, excitação e violência. Histórias de suspense geralmente são bastante sensacionais e envolvem crimes de maior escala com riscos mais altos, como conspiração ou espionagem. Os suspenses também incluem situações perigosas que o protagonista enfrenta ao tentar resolver o problema maior.

Exemplo: Casino Royale de Sir Ian Fleming

 

 Ação/Aventura

Risco, perigo e emoção compõem a ficção de aventura. Esta se concentra em um desafio, missão ou jornada específica que o protagonista, ou herói, deve empreender e concluir com sucesso. A ficção de aventura inclui um vilão ou outras forças antagônicas que o herói contesta com inteligência e engenhosidade, em vez de violência.

Exemplo: As aventuras de Tom Swayer de Mark Twain

 

Ficção Adolescente

Ficção adolescente traça os prós, contras, altos e baixos do crescimento através das experiências emocionais, físicas e sociais de um protagonista adolescente ou jovem adulto com o qual os leitores se identificam. A ficção adolescente geralmente ocorre em um ambiente de ensino médio e pode servir como uma história de "amadurecimento", documentando o constrangimento da adolescência e o desafio de lidar com questões sociais difíceis.

Exemplo: As Vantagens de Ser Invisível de Stephen Chbosky e Quem é você, Alasca? de John Green

 

ChickLit/Feminina

A literatura Feminina ou Chicklit se preocupa com as lutas da mulher moderna. Enquanto elementos românticos geralmente existem, as histórias geralmente se concentram no relacionamento da protagonista feminina com amigos ou familiares.

Exemplo: Melancia de Marian Keyes

 

Poesia

Como William Wordsworth disse, a poesia é "a saída espontânea de sentimentos poderosos". De fato, a poesia emprega ritmo, linguagem, recursos retóricos e figuras de linguagem para transmitir uma experiência imaginativa e emocional. A poesia contrasta com a prosa, ou a escrita cotidiana, e freqüentemente usa dicção elaborada e linguagem figurativa que oculta um significado mais profundo.

Exemplo: Fogo e Gelo de Robert Frost

 

Vampiro

A ficção de vampiros se preocupa principalmente com o assunto de vampiros que se alimentam de criaturas vivas para sobreviver. Enquanto os vampiros eram tradicionalmente horríveis e vilões, interpretações modernas muitas vezes reimaginam os sugadores de sangue como entidades mais matizadas e complexas. A ficção de vampiros geralmente lida com o encontro do protagonista humano com um vampiro, seu relacionamento romântico com um vampiro ou sua transformação em um vampiro. Outros conflitos podem incluir a caça de vampiros ou drama dentro do coven de vampiros.

Exemplo: Drácula de Bram Stoker

 

Lobisomem

A ficção de lobisomens preocupa-se principalmente com o assunto de lobisomens ou outras formas de seres humanos/animais de mitos folclóricos e de monstros. A ficção de lobisomens geralmente se concentra na licantropia - a transformação sobrenatural de um humano em lobo - e suas repercussões, mas também pode incluir drama associado dentro da hierarquia da matilha e a luta pelo protagonista para reprimir impulsos primordiais e desejos bestiais.

 

Ficção Geral

A ficção geral, às vezes chamada de ficção contemporânea, concentra-se nas experiências e conflitos cotidianos de um protagonista, geralmente um adulto, com caracterização e antecedentes detalhados. A ficção geral é destinada a leitores mais velhos e tem temas mais maduros.

 

Não-ficção

Não-ficção é uma escrita que se concentra em eventos reais, pessoas e experiências. O gênero inclui (mas não se limita a) memórias, diários de viagem, biografias e conselhos de negócios.

Exemplo: In Cold Blood de Truman Capote

 

Diversos

Nem todo trabalho de redação se encaixa facilmente nessas categorias, e estamos plenamente conscientes de que essas categorias de conteúdo podem precisar mudar com o tempo. Por isso incluímos a categoria "Diversos" para englobar a escrita que vive fora desses gêneros definidos.

Este artigo foi útil?
Utilizadores que acharam útil: 19 de 23

Comentários

Artigo fechado para comentários.